Ads 468x60px

História - Real Alagoas (Urbano)

A Real Alagoas de Viação começou a sua história com o estado que lhe dá o nome na década de 1970 quando chegou na capital Maceió e logo tratou de adquirir linhas no sistema de transporte público municipal. Dono de uma frota de ônibus no Recife, Arthur Bruno Schwambach iniciava assim a construção de um império que logo se tornaria uma das maiores e melhores empresas para se trabalhar na terra dos marechais.

Com a compra da empresa São Braz que na época já realizava a ligação entre os bairros do Sanatório e Gruta de Lurdes até o Centro da cidade a desconhecida e acanhada empresa começava a mostrar as caras para a população maceioense com uma frota composta por ônibus Mercedes Benz, disponibilizando o que havia de mais moderno na época. 

Tudo no começo era difícil, pois Maceió ainda passava por um processo de adaptação muito grande no que diz as ruas e bairros mas era notório a expansão. Aos poucos a empresa foi adquirindo mais carros e acompanhando o crescimento demográfico e populacional da cidade que consequentemente era exigida na criação de mais linhas para atender bairros que outrora não dependiam da empresa como, por exemplo, os bairros do Cleto Marques, Salvador Lyra, José Tenório, Novo Mundo, Barro Duro, Serraria, Aeroclube, Dubeux Leão, entre outros. 

A década de 90 foi a responsável pelo maior crescimento que a empresa teve em seus aproximados 40 anos de vida em Maceió. Localidades da parte mais antiga de Maceió como Vergel, Trapiche, Pontal, Vaticano, Stella Maris e o fortalecimento em bairros como o Sanatório fizeram com que a empresa investisse cada vez mais em pessoal e maquinário suficiente para atender a demanda, foi assim que a Viação Jangadeiros nascia para dividir o ônus de empresa com atestado de qualidade com sua irmã Real.

Já nos anos 2000 a novidade dos famosos Geladinhos (Ônibus dotados com aparelhos de Ar Condicionado) e de carros adaptados para deficientes físicos, fez com que empresas concorrentes corressem atrás para acompanhar o crescimento da Real e não perder terreno na memória do povo alagoano sendo sempre lembrada por sua prestação de serviço de ótima qualidade, uma frota conservada e segura com profissionais capacitados e treinados para melhor servir o cliente.  


Cronograma Histórico

Década de 70: Chegada de Arthur Bruno Schwambach a Maceió e criação da Real Alagoas e aquisição das linhas dos bairros da Gruta e Sanatório;


Década de 80: Inauguração de conjuntos e bairros importantes como Rui Palmeira e José Tenório. Com isto a aquisição de linhas e a expansão da empresa para a extrema parte alta da cidade tendo como principal corredor a Avenida Fernandes Lima;

  
1990: Compra de 10 veículos Scania F-112HL sobre carroceria Busscar Urbanus;


1990/2: A Real Alagoas realiza testes pela primeira vez em veículos articulados. Se tratava de um modelo Caio Vitória sobre chassi S-112 que foi reprovado pela empresa;
1995: A Real realiza uma de suas maiores compras, tratava-se de 20 ônibus do modelo CAIO Vitória, e Busscar Urbanus ambos sobre chassi Mercedes Benz OF-1318. Última compra de modelos da CAIO por parte da empresa – Começava ai o casamento entre Real Alagoas e Marcopolo;

2001: 10 novos ônibus são incorporados a empresa que inovava ao trazer Ar Condicionado nos mesmos sem aumento na passagem;


2005: O serviço Geladinho é expandido e 33 ônibus do modelo Busscar Urbanuss com Ar Condicionado são incorporados a empresa passa a ser a maior compra que a empresa já havia feito com veículos oriundos de empresas que não fizessem parte do grupo Borborema, e outros 8 veículos novos do modelo Marcopolo Torino 1999, Mercedes-Benz OF-1722 também com Ar Condicionado.

2006: Aposta no custo beneficio da carroceria Citmax da fabricante Ciferal, sob configuração Mercedes-Benz OF-1418, foram 20 unidades.

2007: A empresa volta a comprar modelos da fabricante Gaúcha, Marcopolo, foram 15 unidades do novo modelo do Torino, sob OF-1418, a aposta continuou nos anos seguintes, em 2008 foram 14 unidades e em 2009 mais 10 veículos.

2010: O número de ônibus com elevador e adaptados para deficientes físicos chega a 52. É uma das maiores médias dentre todas as operadoras do sistema.

2011: É pioneira em trazer veículos na nova configuração de 4 portas para a integração com o VLT (Veículo leve sobre trilhos) que será oferecida pela prefeitura junto com SMTT e TRANSPAL. Também fica registrada neste ano a maior compra de ônibus da empresa até então: 74 ônibus de uma só vez, além dos mais volta a comprar chassi para 17 toneladas, configuração OF-1722.

2012: A empresa ousa e quebra o paradigma obtido ao longo da sua história, com a aquisição de um veículo teste (Real Alagoas 1224), com configuração Neobus Mega 2006, Volkswagen 17-230 OD Euro V, o veículo dá a empresa mais uma inédita estatística, desta vez o primeiro ônibus urbano a operar com a tecnologia Proconve P7 a operar no sistema urbano.



Matéria: Gustavo Alfredo (AllBus)
 

SEGUIDORES