Ads 468x60px

Fabricante - THAMCO

Extinta montadora de carrocerias paulista possuiu sede na cidade de Guarulhos, após investidores comprar a massa falida da Condor (antiga Ciferal Paulista) que passava por concordata (processo de recuperação judicial), passou então a adotar o nome THAMCO, nome derivado das iniciais Thamer Comércio de Ônibus LTDA, Thamer empresário paulista, investidor e sócio majoritário da empresa.
 
Em 1983, batizou o primeiro veículo da marca de Padron Falcão, utilizava os mesmos gabaritos da extinta Condor, esta por sua vez possuía os moldes derivado da Ciferal Carioca (conflitos e concordata da década de 70 que antecederam a compra da então Thamco), até isenção de alguns impostos pela prefeitura de Guarulhos e instalação definitiva na cidade a empresa perambulou entre barracões e cidades paulistas, anos depois veio o segundo modelo, o Padron Águia, ainda possuía base de gabarito no antecessor.
 
Em sua existência a empresa deixou alguma produções importantes para evolução da indústria de ônibus no país, em 1987 encaroçou 5 ônibus sobre chassi Volkswagen, modelo 11-130 com algumas modificações (chassi de caminhão), os resultados foram positivos, e em 1993 a empresa Volkswagen lança o primeiro chassi da marca próprio para ônibus no Brasil.
 
No final da década de 80, após re-encarroçar alguns veículos monoblocos O-362 no modelo executivo TH260E para a CMTC (Companhia Municipal de Transportes Coletivos), surge a parceria  que gerou bons resultados, dando continuidade ao projeto da Companhia e aos 10 modelos já produzidos o sonho do então prefeito de Jânio Quadros foi externado. Nascia o modelo Thamco ODA (Ônibus de Dois Andares), conhecido carinhosamente como "Fofão", pouco tempo depois vem o anuncio e produção do primeiro rodoviário dois andares do Brasil, o Thamco Gemini.
 
Definitivamente o ápice da Thamco se deu no inicio da década de 90, era também da Autolatina (parceria para redução de custo e troca de informações e peças entre Volkswagen e Ford), produziu diversos modelos de carrocerias para grandes empresas, inclusive modelos para exportação, principalmente do setor urbano, teve como grande sucesso de vendas e aceitação o modelo Scorpion.

A era Thamco chega ao fim devido as altas dívidas pela constante busca tecnológica, um dos lemas da empresa era: "Tecnologia. Para nós a principal razão de reinvestir é entregar um veículo cada vez melhor a nosso cliente.". Um de seus maiores credores a San Marino (grupo de elite e ex-funcionários da montadora Marcopolo) fornecia diversos componentes para produção dos ônibus, como pagamento das dívidas teve vários bens repassados, inclusive o pátio fabril, anos após o grupo de credores fundam a San Marino Neobus, fabricou algumas unidades de Trólebus na antiga fábrica da Thamco em Guarulhos e depois mudou-se para Caxias do Sul (RS).
 
Mesmo após 18 anos (1996) é possível encontrar modelos firmes e fortes, espalhados em diversas cidades brasileira, principalmente em áreas rurais com acessos difíceis, operando em pequenas empresas e/ou particulares, fatos que comprovam a robustez e durabilidade dos produtos.

Os modelos produzidos pela THAMCO:
 
Urbanos:
 - Aquarius (1994 - 1996)
 
Rodoviários:
 
Micro-ônibus:
 - Genesis (1990 - 1994)

Fontes: Portal Ônibus Paraibano (PBT) / Viacircular
Matéria / Pesquisa:
 Thiago Alex (AllBus)
 

SEGUIDORES